FacebookInstagramGoogle+
Categorias
O Uruguai é um país para ser percorrido sem pressa

O Uruguai é um país para ser percorrido sem pressa

Postado em Destaques, Destinos de Viagens

O Uruguai surpreende. Parece pequeno, perto dos vizinhos gigantes, Brasil e Argentina, mas vem se consolidando como um país interessante, com estabilidade política e leis sociais dignas dos países mais avançados da Europa. Aliás, essa ascendência europeia revela-se por toda parte na capital, Montevidéu, onde vive quase a metade da população. Os prédios históricos, alguns do século 18, são bem cuidados e as largas avenidas ajudam a compor o clima nostálgico.

Mas a capital do Uruguai está longe de ser uma cidade congelada no tempo. Modernos edifícios, restaurantes e bares sofisticados, parques e bairros de belas residências compõem o cenário que emoldura a Rambla, calçadão de 20 quilômetros às margens do Rio da Prata, para onde convergem os uruguaios com seu chimarrão e os turistas com suas máquinas prontos para saborear o maior dos espetáculos: o pôr do sol no rio.

Punta del Este

A cerca de uma hora e meia da capital, Punta del Este é uma joia encrustada numa faixa de terra entre o Atlântico e o Rio da Prata, rodeada de areias brancas, hotéis e lojas luxuosas, além de restaurantes para todos os paladares e bolsos, águas cristalinas povoadas de barcos, lanchas, iates e píeres prontos para receber os visitantes do mar.

Mesmo quem está a procura de badalação não pode deixar de visitar Colônia de Sacramento, fundada em 1680 e declarada Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco. As ruas de paralelepípedos escondem tesouros barrocos, como a Igreja Matriz do século 17 e as ruínas de um antigo convento e do velho farol da cidade, além de um casario que à noite se desdobra em becos iluminados perfeitos para passeios depois do jantar.

Colônia del Sacramento

Aliás, janta-se tarde no Uruguai, e quem gosta de comer e beber bem pode ter certeza de que está no lugar certo. Além dos belos restaurantes da capital e dos ensolarados bares e bistrôs de Punta del Este, José Ignacio, pequena praia perto de Punta, é o melhor destino. Antiga vila de pescadores, a praia de 2 quilômetros de comprimento virou um ponto de badalação e é possível trombar com celebridades do jet set internacional almoçando num dos vários restaurantes no final da tarde.

Para apreciar o melhor da gastronomia do Uruguai, no entanto, uma boa alternativa é sair de José Ignacio e pegar o rumo de Garzon.Esse minúsculo e sossegado vilarejo vem acolhendo vários chefs e inclui, entre suas atrações, o famoso restaurante de Francis Mallmann, que leva o nome da cidadezinha e serve a comida rústica, “da terra”, marca registrada do chef argentino. Antes de chegar lá, contudo, é imprescindível fazer uma parada em Colinas de Garzon e degustar os azeites premiados que se produzem por lá.

As melhores carnes, o cordeiro famoso, bons vinhos que podem ser degustados em visitas às adegas da região, tudo faz parte da experiência de descobrir esse pequeno grande país, nosso vizinho.

José Ignácio

Como chegar

Voando para o Aeroporto de Montevidéu. A partir de Montevidéu, são 2 horas de carro até José Ignacio. Para chegar a Colônia de Sacramento a partir de Montevidéu, o ideal é alugar um carro ou pegar um dos ônibus que fazem o trajeto, bons e bem equipados. São 180 quilômetros, mas a estrada é bem sinalizada e o acesso é fácil.

Se estiver em Buenos Aires, pegue o ferryboat (Buque Bus). No auge do verão, tem voos diretos do Brasil para Punta del Este. Mas, estando em Montevidéo é possível ir de carro por estradas boas e seguras. O trajeto dura cerca de 1 hora e meia.

Melhor época

O clima do Uruguai é temperado, com temperaturas médias máximas e mínimas em junho de 15 °C e 7 °C e em janeiro de 28 °C e 18 °C. As chuvas são igualmente distribuídas durante todo o ano. Na maior parte do país, a primavera normalmente é úmida, fria e ventosa, o verão é quente, o outono é ameno e o inverno é frio e úmido. Sugerimos a realização desse roteiro entre novembro e abril.

Colônia del Sacramento

Hotel Casapueblo, Punta del Este

*Texto originalmente publicado na edição 56 da revista Host & Travel. Para ler matérias similares, torne-se assinante da revista sem custo algum.

Pin It

Responder o comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>