Viagem da semana: Peru por completo

Situado a 2.300 metros de altitude, o sítio arqueológico de Machu Picchu, erguido no século 15, atrai hordas de turistas do mundo todo. Além de farejar a história impressa em cada pedra ali conservada, boa parte dos viajantes anseia por algo de metafísico: sorver a aura de mistério e encantamento associada à cidadela peruana.

Machu Picchu

No entanto, esse país latino-americano guarda inúmeras outras joias e faces. Fatiado em 25 regiões, o Peru abrange ecossistemas diversos, das áridas planícies da costa do Pacífico aos picos nevados dos Andes, passando pela Floresta Amazônica.

Outro atrativo é o caldeirão étnico-cultural local, cuja expressão se desdobra na arquitetura, gastronomia, literatura, música, dança, ritos e credos. Todos eles produtos da teia de culturas e povos – ameríndios, europeus, africanos e asiáticos – que se cruzaram no passado dessa nação.

A heterogeneidade peruana, aliás, pontuou o discurso do escritor Mario Vargas Llosa, proferido na cerimônia do Prêmio Nobel de Literatura, em 2010. “Somos e levamos dentro de nós, todos os peruanos, gostem ou não: uma soma de tradições, raças, credos e culturas procedentes dos quatro pontos cardeais”.

Conheça alguns roteiros:

Capital efervescente
Em Lima, reverenciada como polo gastronômico sul-americano, a modernidade convive com relíquias pré-hispânicas e coloniais.

Morada dos deuses, entre pedras e mistérios
Com suas ruínas misteriosas e caminhos lendários, Cusco, a cidade sagrada dos incas, é a capital arqueológica da América, e perto bem dali, Machu Picchu, a cidade perdida dos incas, sobrevive como uma lenda guardada pelas montanhas andinas.

Caminho de Salkantay e Lares
Pouco conhecido do grande público, o trajeto percorrido pelos incas até Machu Picchu reserva boas surpresas.

Espelho d’água nas alturas
A região do Lago Titicaca oferece arqueologia, história, navegações, povoados flutuantes e rica tradição em artesanato.

Pin It

RELATED POST

INSTAGRAM
Visite nosso Instagram