Top 3 restaurantes do Vale Sagrado

Comer bem no Peru é uma expressão quase redundante. Isso, graças à rica biodiversidade local e às ondas migratórias que levaram espanhóis, chineses, japoneses, africanos e suas culinárias à região. Em território peruano encontram-se 84 dos 104 ecossistemas conhecidos do planeta com uma incrível quantidade de animais e vegetais. Tamanha pluralidade gerou pratos coloridos sobre a mesa do povo andino desde os tempos pré-colombianos.

Os antigos peruanos trabalharam no aprimoramento genético de batatas (criando mais de três mil variedades), do milho, de cereais como a quinua, do amendoim, de frutas e de muitas hortaliças. No litoral consumiam-se mariscos, peixes, caracóis e algas; nas regiões altas, patos selvagens, galináceos, lhamas, alpacas, vicunhas, guanacos e roedores andinos como o cuy. Com as chegadas de povos estrangeiros, esses cardápios ficaram ainda mais longos.

Sabores importados

Os espanhóis trouxeram consigo temperos como o alho, a cebola, o cominho, o coentro, a hortelã, o louro e o açafrão. Na bagagem havia também frutas cítricas, como o limão. Além disso, eles fizeram aparecer sobre a mesa da sala de jantar o porco, o cabrito e o boi, os queijos e coalhadas de vaca e de cabra, além de sobremesas de nítida inspiração árabe, com cravo e canela. Esses europeus ainda propagaram o gosto pelos ensopados e refogados com azeite de oliva.

A população negra, chegada da África na condição de escrava, adicionou à mistura diversas sementes oleaginosas, bananas, mel, miúdos e feijões com arroz, além do magistral contraste entre doces e salgados. Por sua vez, os chineses acrescentaram á culinária peruana o tamarindo, a soja e os agridoces e vários tipos de massa. No final do século 19, foi a vez dos japoneses aportarem com as comidas cozidas ao vapor, frituras, temperos e a adaptação de pratos de mariscos, peixes e o abacate.

O resultado de tanta alquimia na cozinha você pode conferir em qualquer um destes três restaurantes que fazem jus à tradição culinária peruana:

El Huacatay

Com um cardápio bem equilibrado entre comidas típicas e ingredientes mediterrâneos, o El Huacatay é um dos restaurantes andinos capazes de apresentar aos seus clientes sabores jamais experimentados. O empreendimento foi um dos primeiros a apostar na comida peruana “fusion”. As porções são grandes e o ambiente é agradável.

Telefone: (084) 201 790 | Endereço: Jr. Arica 620 (Urubamba)

3 Keros

Outro dos melhores restaurantes de Urubamba é o 3 Keros regido pelo Chef Ricardo Behar, que prima pelo rico e saboroso estilo “Novo Andino” de cozinha. Qualidade é a palavra de ordem da casa, por isso o chef defuma suas próprias trutas e importa carnes de Argentina. Os pratos especiais do cardápio são o lomo saltado e o cordeiro grelhado. O Restaurante 3 Keros está localizado próximo ao hotel Tambo del Inka.

Telefone: (084) 201 701 | Endereço: Avenida Señor de Torrechayoc

Wayra

Este restaurante encontra-se nas dependências do hotel Sol Y Luna. Muitos ingredientes usados na cozinha são produzidos por agricultores locais, o que garante seu frescor e qualidade. Entre os pratos mais pedidos estão o churrasco ou a ancestral pachamanca. Desfrute de ótimas refeições em um dos mais bem decorados ambientes do Peru.

Telefone: (084) 201 620 | Endereço: Fundo Huincho Lote A5 (Urubamba)

Pin It

RELATED POST

INSTAGRAM
Visite nosso Instagram