FacebookInstagramGoogle+
Categorias
10 destinos imperdíveis na América do Sul

10 destinos imperdíveis na América do Sul

Postado em Destaques, Destinos de Viagens

Desbravar a América Latina pode ser tanto o ponto de partida para os novos viajantes, quanto o complemento do passaporte dos viajantes profissionais. Para nós, brasileiros, uma vantagem é clara: proximidade. Há ainda outra elementar: não é muito complicado entender o espanhol, mesmo que você não conheça a bem a língua. Agora cabe citar a maior das vantagens: nosso continente é capaz de nos oferecer diversas expressões de beleza natural, seja em termos de fauna, flora ou das paisagens. Desconhecer as maravilhas vizinhas é um desperdício.

Conheça, abaixo, o ranking ”10 lugares na América do Sul para ir antes de morrer” elaborado pela revista Qual Viagens.

1. Machu Picchu

A famosa cidade perdida dos Incas é a atração número um do Peru. As construções erguidas no século 15 por ordem de Pachacuti ocupam o topo de uma montanha, estando, assim, a 2400 metros de altitude. O cenário é bastante visitado por mochileiros, mas nem só eles acessam o destino. Para quem não abre mão do conforto, a infraestrutura completa para o turista está nas cidades vizinhas de Águas Calientes e Cusco. Uma possibilidade para os mais aventureiros é desbravar as trilhas Lares ou Salkantay, que ligam Cusco a Machu Picchu.


2. El Calafate

El Calafate é uma pequena cidade banhada pelo Lago Argentino, uma espécie de Campos de Jordão da Patagônia. E a província mais próxima do Parque Nacional Los Glaciares, que possui uma extensão de 725 mil hectares e foi declarado pela Unesco Patrimônio Natural da Humanidade. Neste parque encontramos a maior geleira em extensão horizontal do mundo: o Glaciar Perito Moreno. É uma visão para lá de impactante.


3. Ilha de Páscoa

Extremamente famosa pelos seus moais, que são gigantescas estátuas de pedra vulcânica de significado ainda desconhecido nos dias de hoje, a Ilha de Páscoa está preparada para te oferecer uma viagem única, com acesso a um povo que mantém viva suas tradições e costumes. Também decretada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, a ilha encanta com suas águas azul-turquesa e pela simpatia de seus habitantes.


4. Arquipélago de Galápagos

Essas ilhas são o maior laboratório vivo a céu aberto do planeta! Elas ainda preservam diversas cavernas e vulcões, assim como florestas e desertos, que são povoados por animais de cores, formas e atividades diversas. Foi nesse local que o naturalista britânico Charles Darwin fez pesquisas que o ajudaram a desenvolver sua célebre obra “A origem das espécies”. O melhor modo para visitar esse destino é via cruzeiro marítimo, assim, você consegue conhecer os pontos mais distantes da costa.


5. Deserto do Atacama

A América Latina também tem um deserto para chamar de seu. Localizado no norte do Chile, o deserto do Atacama é o mais alto e árido do mundo. Por aqui não chove quase nada graças aos Alpes. Devido a sua enorme altura, a cordilheira bloqueia as correntes marítimas vindas do Oceano Pacífico, que jamais chegam a atingir a área do deserto. Na prática, o que acontece é que as nuvens descarregam a chuva antes de chegar ao deserto, o deixando seco por décadas! A parte boa é saber que você pode curtir essa paisagem pedalando de bicicleta por planícies que fornecem uma vista espetacular.


6. Cataratas do Iguaçu

Não é por pouca coisa que as Cataratas do Iguaçu também são consideradas Patrimônio da Humanidade. Trata-se de um conjunto de cerca de 275 quedas de água que ocupa a divisa entre o Brasil e a Argentina. A formação tem 20% de sua área no Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, e 80% dela no Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina. Há anos esse destino tem sido um dos mais visitados por estrangeiros no Brasil, agora chegou a hora de visita-lo nós mesmos!


7. Salar de Uyuni

Pense num deserto coberto por sal, o Salar de Uyuni é exatamente assim! São mais de 10,5 mil km² de puro sal, por isso, é a maior planície de sal do mundo. Esse cenário fica em Potosí e Oruro, no sudoeste da Bolívia, perto da Cordilheira dos Andes. Há cerca de 40 mil anos essa área era coberta pelo lago Michin, que secou quase integralmente e deu origem aos atuais lagos Poopó e Uru Uru, e há dois grandes desertos salgados, o Coipasa e o extenso Uyuni. Algumas das fotos mais bonitas do mundo foram feitas nesse local super fotogênico.


8. Torres del Paine

Cerca de 110 km ao norte de Puerto Natales localiza-se o que é provavelmente o mais belo parque chileno, Torres del Paine. Por lá, há torres de granito que atraem escaladores de todo o mundo. Além disso, você ainda encontra geleiras, lagos de degelo com águas em tons de azul, verde e cinza, cascatas, pradarias de vegetação baixa e florestas andinas, por onde passeiam bandos de guanacos, pica-paus, raposas, ñandus, condores, veados e pumas.


9. Fernando de Noronha

O Brasil é famoso por muitas coisas no mundo todo, mas principalmente pelas belíssimas praias brasileiras, em especial Fernando de Noronha. O arquipélago que faz parte do estado de Pernambuco é um dos cenários mais conhecidos no mundo e eleito diversas vezes como uma das melhores praias para se visitar. É um local que vai te proporcionar prazer e tranquilidade, sem sombra de dúvidas. Aproveite a sorte que a vida lhe deu, de viver tão perto de um verdadeiro paraíso e dê um pulo lá!


10. Ushuaia

O mundo termina aqui, dizem. A verdade é que Ushuaia é o ponto final da América no hemisfério sul. Trata-se da última cidade da América antes de chegarmos a Antártica! Justamente por isso o passeio até esta região será inesquecível e digno de uma visita: conheça os últimos fragmentos da Cordilheira dos Andes, além de alguns impressionantes glaciares. A zona urbana de Ushuaia está próxima da falha de Magalhães-Fagnano, que atravessa a ilha de oeste a leste e tem ocasional atividade sísmica.

Pin It

Responder o comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>